Depoimentos

 

 

Sou voluntária do IBFC Social há 8 anos e dedico com a Professora  Cindy na confecção de Ikebanas ( arranjos florais) semanalmente.

Eu acredito que através das Ikebanas nós podemos levar a luz e  felicidade por meio das flores, além de trazer a harmonia e paz aos jovens.

Ser voluntária é dedicar o seu tempo e amor em algo que você acredita, construir um mundo melhor. 

O Instituto é um local onde possibilita não só o aprendizado e a qualificação dos jovens, mas também ensina que cada um de nos podemos fazer a diferença, fazendo o próximo feliz através de várias ações altruístas.  

O IBFC é o caminho para a realização  dos sonhos de cada jovem!

Amo ser voluntária!

Kátia Sato Silva

 

 

As minhas experiências no IBFC foram sempre maravilhosas, costumo dar uma vivência da “Flor de luz” para os jovens, levando a eles a idéia de que próximo a nós tem alguém sofrendo e que sempre podemos fazer algo para ajudar, que é muito fácil e simples nos tornarmos úteis na vida delas. Como eles são muito receptivos, disposto, abertos ao novo, corajosos, e se concentram na confecção do arranjo, as aulas transcorrem com facilidade pois tudo flui de forma muito leve e natural.

Ao terminarem eles irradiam felicidade e contentamento. Na verdade sou eu que ganho, pois eles são contagiantes em sua forma de amar, agradecer e se alegrarem com tudo! Saio de lá com o meu coração cheio de amor e esperança! É motivador!

Obrigada IBFC pela grande oportunidade e principalmente a esses jovens guerreiros, que me ensinam tanto!

 

Rosana Ferreira Faraco

Eu acho que a melhor parte do voluntariado é o resultado que a gente consegue atingir fazendo uma diferença algumas vezes tão pequena na vida de outras pessoas e repercutindo numa imensa alegria na nossa própria vida.

Tenho muito prazer de acompanhar o desenvolvimento das turmas e principalmente ajudar com aulas sobre minha experiência profissional e acadêmica e mostrar um pouco do que é importante ter em mente quando estamos falando deste novo mundo que eles irão explorar - o mundo profissional. Acredito que todo mundo pode transmitir conhecimentos e experiências para outras pessoas fazendo a diferença na vida delas, até aqueles que acham que não têm nada para ensinar. Quero sempre poder fazer a diferença na vida dos jovens do IBFC enquanto eles fazem a diferença na minha vida também. É uma imensa alegria participar desse projeto tão bonito que o IBFC desenvolve.

Yuri Ferreira Faraco

Quando se fala em trabalho voluntário , deve-se esquecer o conceito de trabalho definitivamente . Pois não é um trabalho, é um aprendizado com você mesmo!

É onde você se descobre  com infinitas possibilidades que até então estavam adormecidas.

É onde você aprende o significado de doação , onde seus olhos passam a enxergar o outro como foco do processo , onde você descobre o quanto você possui , onde você constrói e realiza sonhos ,onde o significado de prioridade se torna latente e principalmente onde você conclui como a vida pode ser simples !

E quanto ao trabalho ???

Ahh!! Trabalho é o que você faz fora do voluntariado, pois nesta prática, você está na escola da vida !!! Aprendendo a ser uma pessoa melhor !!!

Silvana Santoliquido Davini

O que posso dizer é que foi muito gratificante poder contribuir um pouquinho com este belo trabalho realizado pelo IBFC. Dá para perceber a seriedade com que ele é feito, que se reflete na maneira com que os jovens respondem, igualmente com muita seriedade e dedicação.

Abordei com eles assuntos como trabalho, dinheiro, missão de vida e sonhos. Para jovens desta idade, seria fácil haver dispersão, mas não foi o que aconteceu. Eles se mantiveram participativos, interessados e fizeram vários questionamentos. Me tocou bastante o exercício que provocava: qual é o seu maior sonho? Alguns mostraram inicialmente dificuldade de sonhar alto, limitando-se ao mundo aparentemente mais acessível. Com a insistência provocativa, foram se soltando e ao final, apresentaram sonhos grandiosos, como que num processo de libertação de seu potencial. Creio que o IBFC esteja fazendo isso, libertando o potencial destes jovens, que com apoio e orientação, poderão desenvolver autoconfiança e serem capazes de realizações significativas para si mesmos e para o seu entorno.

Julio Cesar de Oliveira Sampaio

Como Arte Educadora Social, ministrando Oficinas de  Teatro da/o Oprimida/o, como ferramenta metodológica, para sensibilizar e refletir sobre a problemática social, e também  como voluntária no IBFC, tenho  reafirmado que a cada novo ciclo a troca de saberes tem contribuído para tecer novos caminhos, onde  a garantia de que direitos e deveres serão uma trilha a ser percorrida.

Gratidão à Equipe do IBFC que viabiliza a oportunidade de ampliar minhas  vivências.

Ana Maria da Silva

O trabalho voluntário é sempre muito enriquecedor, ja trabalhei com crianças e idosos, mas no IBFC foi diferente,  foi em um momento que eu estava realmente precisando e me trouxe um misto de coisas boas, trabalhei organizando a biblioteca, encapando livros e colocando eles em ordem, mas a melhor parte era quando um jovem vinha até a biblioteca no intervalo das aulas, para conversar sobre livros e a vida, e eu percebi que o que eu podia passar pra eles era muito pouco perto do que eles passavam pra mim, o que acabou sendo uma troca muito gostosa, fazendo com que a minha experiência no IBFC se transformasse em algo ainda melhor, trazendo assim, muita alegria para a minha vida.

Marlene Henriques Fernandes Ferreira

É com muita gratidão que declaro que fazer parte de uma obra como o IBFC social, é algo ímpar que acontece na vida da gente.

Poder compartilhar minhas experiências e conhecimentos, com jovens em sua fase de desenvolvimento pessoal e profissional, é extremamente gratificante.

O projeto Jovem Aprendiz do IBFC Social, tem na sua essência, a ajuda no crescimento dos jovens propriamente ditos e eu, como voluntário tenho a oportunidade de crescer como pessoa deixando meu legado  junto ao legado do IBFC. 

Parabéns pelo trabalho e contem comigo sempre.

Carlos Alberto Fernandes

Tem coisas na vida que nos modificam para sempre, e pra melhor, sem duvidas posso dizer que uma destas foi ser voluntária do IBFC.  

Sei que pra sermos felizes, temos que nos voltar verdadeiramente para o próximo e sabendo disto aceitei o chamado dos meus irmãos de alma, Alexandre Faraco e Rosana Faraco para pegarmos firme num projeto para os jovens. 

Se é maravilhoso plantar e ver a planta crescendo e dando frutos, imagina isto com um ser humano?! Isto mesmo!! No IBFC a gente planta sementinhas de coisas valiosas para a vida , na alma de jovens, fazendo com que eles se tornem cidadãos melhores !! 

Neste trabalho voluntário, descobri uma nova realidade que me fez rever valores e acreditar mais no ser humano! Eu também fui trabalhada, lapidada e me tornei mais feliz! Muito bom ser útil no puro altruísmos, pois nos sentimos realmente em contato com Deus! É mais uma forma de oração!! O voluntariado deveria fazer parte no currículo de todo brasileiro!! Um outro tipo de formação que complementa a instrução, pois trabalha sentimentos! 

Obrigada Alê e Rô e família!! E a todos do IBFC por todos estes anos! Parabéns!

Renata Ferreira Mendes

Sabe aquela tristeza momentanea que bate quando você sente estar completamente perdido na vida? Ou aquele momento que diz sentir-se muito só, sem alguém ao seu lado e sem sabe que caminho percorrer? Eu passei por esses momentos. Minha mãe me disse que para que melhorasse eu teria que parar de ser egoísta, pensar menos em mim, e voltar o meu olhar para o próximo. O IBFC abriu os meus olhos.

Fui voluntária no instituto por alguns meses e pude perceber por mim mesma que com aquele pequeno esforço obtive a permição de ver gratidão em muitos olhares. Ajudei muitas pessoas no IBFC, mas a mudança que o próprio instituto causou na minha vida é inexplicavel, ganhei uma família que vai estar para sempre no meu coração.

Bianca Ferreira Mendes

Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação

Taboão da Serra - SP

2018 © IBFC - Todos os direitos reservado

Tel: (11) 4786-3422

Dias úteis das 9h às 17h

aprendiz@ibfc.org.br